ca-picture-me

para Moacy Cirne


quadro a quadro
com o pincel
compenetrado
me pinta
e transborda
a tinta
em minhas curvas
e minhas linhas
e no meio
me revista



15 comentários:

homoluddens disse...

ô! povo blogueiro hoje tá animado!
queria ter a inspiração de vocês.
belo poema e merecida homenagem.
reentrâncias, curvas e linhas. belas imagens.
homoluddens

Cosmunicando disse...

má que 'não é poema'??
é poema sim senhorita, e bela homenagem também =))
ficou super bacana isso!!

Mariana disse...

super bacana isso (2)!!

beijo minha linda!

Átila Siqueira. disse...

E quando te pintam, juntamente com seus versos, tudo vira arte e melodia.

Adoro seus versos.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Moacy Cirne disse...

Puxa vida, o que dizer? Grato. Grato. Amei, claro. Mas sou uspeito para opinar, né? Ah, sim: sei que você não é louca não, viu? Um beijo. E um cheiro.

- Marechal Carleto - disse...

Muito Bom Pavitra!!!


Valeu tmb as agradáveis visitas ao Império Carletista!!

:)

Fabio Rocha disse...

Gostoso e erótico!

Mme. S. disse...

Caramba, o Moacy merece! Que legal, menina! E tem outra coisa, dos vários sentidos que a poesia pode extrair da gente, achei esse poema muito sensual, sabia? Beijos, beijos, S.

ada disse...

Como assim não é poema? Muito legal! E salve Moacy!

(te descobri através do balaio sempre porreta)

Aroeira disse...

Guache

Era como se fosse uma tela.
Uma bonita aquarela, com belas nuances
Ainda estava sendo feita.
A quatro mãos, a pincel
Valia tudo no princípio.
No principio era a verve.
Uma estamparia diáfana
Intensa de sentimentos vermelhos
Serena nos timbres azuis
– O traço no cio... corria-se o risco.
De repente o brilho nos olhos
dá lugar ao ponto de vista.
A paixão esgarçou-se.
Puiu.
A textura do sorriso amarela-se
O branco toma conta do arco-íris.

Anônimo disse...

Você escreve muito bem, e tem o dom de incluir o nome do poema ao corpo, como se um complementasse o outro (e vice versa). Faz isso como poucos poetas conseguem.
Fica um todo gostoso de ler, saborosa a sua receita de fazer poesia! Eu linkei o seu blog no "vale a pena conferir" do meu, espero que não se importe.
E estarei sempre por aqui, a buscar um pouco da tranquilidade do seu versejar.

Elza Fraga disse...

Este comentário acima é meu, querida. Desculpe, não sei porque saiu como anônimo.
Bitokitas e luz
Elza Fraga

Lou Vilela disse...

Vim retribuir a visita. Adorei o que andei lendo por aqui. Abçs

Marcelo Novaes disse...

Hummm...

Cá-está-tua-foto...


Certo...



Beijos,







Marcelo.

Adrianna Coelho disse...



moacy,

um beijo e um cheiro
pra vc e para o chico doido...
foram seus últimos posts que me (ins)piraram... rs

Postar um comentário