toda sorte de inventos

ao amigo que é o "extrato da sua abstração extrema
extravio extraditado na fronteira da invenção":
fernando cisco zappa




fernando inventa coisas
e conversa com elas
converte palavras
em pedras de rios
igarapés e florestas
chuvas e sóis


sempre o imagino
fazendo amor com a terra
ou com uma árvore
e sinto que ele é
incontestavelmente
antigo e indefinível
um menino índio
de alma cigana e africana
com toda gama de cores
que o matizam


[porque para mim
ele é colorido]


uma ruptura
dessas que abrem o peito
e que explodem sentidos


e depois ele ri
e subitamente quebra a rotina
sem rimas
quebra a expectativa
dos versos
e renova o silêncio
que se instaura em mim



26 comentários:

Moacy Cirne disse...

Muito bonito, Adrianna, sentir que um amigo é capaz de renovar "o silênciao que se instaura" em você e fazer disso um belo poema em homenagem à amizade.

Um beijo.

Adrianna Coelho disse...


moa,

o fernando é uma pessoa a quem tenho muito carinho...
esse poema é, sim, uma homenagem à amizade, ao tempo e ao silêncio...
um silêncio renovado, por outros sentidos.

beijos, meu querido!

Cosmunicando disse...

o fernando (não bastasse ter o nome do meu pai) é dessas pessoas especiais que trombamos vez por outra numa esquina que jamais se repete... 'indefinível' lhe cabe na medida, já que ele pedala em ciclovias tão plurais e com tanta energia, que a gente muitas vezes mal tem fôlego pra acompanhar =)

o poema? é lindo, dri.
como é o fernando.

beijos

Marcelo Novaes disse...

Dri,


Belíssimo poema para um cara multicolorido que rompe, quebra rotinas, abre o peito para que sentidos explodam (haja vitaminas!) e ainda instaura e renova silêncios.


Grande homenagem, Dri!



Fernando é ciclista especial, cara do Bem, tecelão de textos de raro alcance e impacto. Em profusão. Não fugi das rimas (algumas) pra deixar outro carimbo nessa tua linda confissão de amizade.Que seja também meu.



Abraços, Zappa, meu camarada!



Beijos, Dri.








Marcelo.

ParadoXos disse...

amizade com poesia no meio - só pode ser bonita!
certamente, merecida homenagem!
beijos
Adrianna amiga!

José Carlos Brandão disse...

Converte palavras
em pedras de florestas -
renova o silêncio.

Muito bem!
Um grande abraço.

Mirse disse...

Excelente, Adriana! às vezes acho que troxe uma reflexiva revolução. Admiro muito o Cisco Zappa, mas à você que o homenageou e o definiu como uma matizes de cores etc... só tenho que lhe dar os parabéns e aplaudir esse belo poema!

Beijos, querida!

Mirze

Fabio Rocha disse...

Bela homenagem! Bom carnavaal!

nina rizzi disse...

amo o zappa. hmenagem mais-que-perfeita-merecida :)

poema lindoooooo :))))

Adriana disse...

arrasaram no talento,os 2!!!

Carito disse...

muito bonito, bela homenagem! o navio zappa para o mardrianna...

Jo Bittencourt disse...

ah esse moço intenso, delícia!


Belo poema
menina linda
beijocas!

Isaac Rehl disse...

O verso livre é um perigo (mas que verso não é?), pois é facilmente confundido com a banalidade; e, assim, como banalidade (statu a que a poesia, sublime, nunca pode se deixar reduzir,)é praticado por um sem-número de charlatões com etiqueta de poeta e sem um pingo de autocrítica (ou vergonha na cara). Pois é, o seu caso é exatamente o oposto: a liberdade, na sua poesia, não é pretexto para o desleixo, pelo contrário, é a oportunidade para demontração de maestria, delicadeza, refinamento. Poeta que não esquece de raciocinar, de frases elegâncias e versos educados (sabem terminar no lugar certo). Enfim, agradei-me muito de sua arte.

ParadoXos disse...

mais um beijo meu amiga!

Nirton Venancio disse...

Fernando é um poeta inventando coisas assim... e feliz dele receber essa homenagem de uma poeta como você, que não inventa: sente.

Simone Gois :) CotidiAmo disse...

Muita sensibilidade!! belíssimo!!
beijos.

fernando disse...

ei pavitra!
gosto muito da sua poesia e me sinto honrado por tal homenagem.
você conseguiu inventar um outro além do próprio.

ser personagem de um gesto
generoso
e de quem poeta com tanta sensibilidade e elegância
torna o personagem muito melhor!

abraços ternos e daqui agra
deço...

evoé!

Moacy Cirne disse...

Adrianna: De São Paulo ao Balaio a distância não é muito grande não...

Beijos.

Múcio L Góes disse...

fernando é gerundio, sempre agindo.

lindo, linda!

=]

Ston disse...

tenho gostado do que tenho lido aqui, minha cara. Você é muito boa nisso. Bj

laerth motta disse...

Oi querida, te indiquei para o selo "Olha que blog maneiro", passa lá pra vê ...Beijos

Bruna Mitrano disse...

Pelo pouco que conheço da poesia do Fernando, mesmo não conhecendo o Fernando da poesia, imagino que ele seja exatamente assim, colorido...

lau siqueira disse...

Sempre eh bom passear pelo teu jardim de palavras...

Flávia Muniz disse...

Gostei da homenagem ao Sr. Zappo!

bj

Rodrigo M. Freire disse...

Este talvez seja aquele que algumas vezes pude ler (lucro), que algumas vezes me absorveu, sorveu profundamente. Que outras desconfiei antes de minha ignorância que de sua loucura; tamanha sua sedução!

Agora estou aquele que diz que Zappa (se se trata deste mesmo, é que me parece, aquele mesmo do meu soneto "Contracapa", com o que é mais que legível). Sim, para os elementos do planeta, sim para o fogo, e sim para as misturas que o fazem homem. Sim para o homem.

Respeitosamente,

Melacocci.

coco disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色

Postar um comentário