resgate



e no ponto mais fixo de mim
ele circulava felino
sem me deixar
a mais inútil alternativa
para fugir
e então dançávamos
no solo de uma música
telúrica
e nos entrelaçávamos
alucinados
até a memória fugaz
do momento
em que abri os olhos
e esqueci a poesia lá
onde ele permanece
sonhado



21 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Boa lira!

Wilson Torres Nanini disse...

Com os animais sempre à espreita, sempre rondando, à espera de um aceno de sim. Ótimo poema!


Abraços!

Marcelo Novaes disse...

Dri,


No ponto mais fixo de ti: infinito infinitesimal.






Um beijo.

Elias Balthazar disse...

Resgatada...

Lindo blog

Adriana Karnal disse...

ele momento,tu,telúrica:resgate.
Adriana, q coisa linda...penso q escreves só qdo vale a pena.

Ramon Alcântara disse...

Tem uma poesia em Ann Nothing que dialoga com a sua:

Fasten seat belt while seated

Sinto segurança
enquanto fica entrelaçada
no meu peito,
moça bonita,
que nem o tempo corrige...

Abz.

ParadoXos disse...

Feliz Natal!

um beijinho fraterno do Heduardo

ah, e um ano novo cheio de amor, saúde e muitas inspirações poéticas

:-)

Nathi disse...

Felino, Adoooro!

Simone Gois :) CotidiAmo disse...

Lindo! beijos.

Jhonny Russel disse...

Passando pra deixar um beijo do tamanho do planeta.

beijo.

carito disse...

"pra que realizar as obras se é tão bom sonhá-las"...

sindro disse...

Passe lá no meu blog de textos, obrigado, te espero!

John Lester disse...

Linda poesia.

Jhonny Russel disse...

Ei doce Pav, quero saber de ti.

jhonny.russel@hotmail.com
jhonnyrussel@gmail.com

bjos

Marcelo Novaes disse...

Oi, Dri!


Se houver interesse em guardar a entrevista que vc me deu, eis o blog:


http://marceloconversacom.blogspot.com/





O bloco de Notas foi deletado, e este será também. Em breve.




Um beijo!

Fabio Rocha disse...

Belíssimo!!! Beijos

Rubens dos Santos disse...

olá,meu nome é Rubens.
Gostei muito do seu blog,então aproveito para lhe fazer um convite:
Seguir o blog: apreciacoesdiversas.blogspot.com, Esse é um blog simples, mas isso é simplesmente o que eu mais gosto de fazer.

Simone :) CotidiAmo :} nanysiog disse...

Adriana, cadê você? Posta notícias suas,com está, tá tudo bem?

Beijos
simone

Thiago Domingues disse...

Adriana! Que surpresa boa encontrar seu espaço poético nesses passeios mundo virtual a fora...
Adorei a forma com que vida aos sentimentos!
Voltarei mais vezes!
\o/

Aroeira disse...

maravilha!
saudade docê, menina. sumiu, pulverizou-se ou foi abduzida?
bjão

Adrianna Coelho disse...

fui permanecer sonhada... ahahaha

saudade de vc tbm, mas estou lendo seu blog.

beijos

Postar um comentário