átimo



e haverá um hiato
na minha existência
onde me terás
exausta
e suspensa
na plenitude breve
do êxtase



26 comentários:

betina moraes disse...

está de volta a delicada tecelã das letras...

que saudade eu senti.

belíssimo sentimento,
e verso!


um beijo!

Úrsula Avner disse...

Oi Adriana, que coincidência pois também escrevi um poema com esse mesmo título... Lindos versos ! Bj.

Bruna Mitrano disse...

Fico tão feliz em ver que você voltou. Senti falta dos teus versos.

Gabriel Pinto disse...

adorei esse blog! muito bom!

José Carlos Brandão disse...

Átimo intenso. Absoluto.

Marcelo Novaes disse...

Dri,





Um átimo pode parecer tanto, né?!



Belo texto!




Um beijo.

Edu disse...

Para um átimo, texto ótimo!

Vidas e Revidas... disse...

Lindamente perfeito...

Sylvia Araujo disse...

E num átimo - vida inteira.

Lindo!

Beijoca

Reinaldo Werner Filho disse...

hehehe curtobagarai

denisdebrito disse...

Adorei o Blog!!!

Visitem tb o Cafofo do Brito
http://cafofodobrito.blogspot.com/

KrystalDiVerso disse...

Se esse hiato se prolongar numa existência permanente, estamos na presença sentida de uma confissão eterna, única e compulsiva de rendição ao desjo!... Exaustão garantida!



Bom fim de semana






Escolha entre.... beijos e abraços

Pia Fraus disse...

isso aqui é maravilhoso... voltarei em breve.

até

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

LEANDRO LUZ disse...

oi, adorei o blog... muito especial. Adorei o hiato - por vezes, sinto-me hiato - a dúvida é se nasci hiato ou se hiato me fiz... por outro lado, enjoam-me os ditongos - isso de andarem sempre juntos me lembra dependência - e detesto dependência.
Se tiver um tempinho me visite lá no www.esocrpiaodesois.blogspot.com

Rafael disse...

O breve êxtase
De plenitude suspensa
Terá exaurido o hiato
Onde há meu átimo

JPM disse...

Olá,
Tive contato com o teu blog no da Adriana Karnal-Poemas.
Agora vim conhecê-lo e seguí-lo.
Desde já és convidada a visitar o meu.
Saúde e felicidade.
João Pedro Metz

Maria Clara disse...

Que lindo o poema!!

maybe disse...

I'm appreciate your writing style.Please keep on working hard.^^

cristinasiqueira disse...

Uau!

Um átimo
este ofício de versos


suspensa...

Com admiração,


Cris

Adriana Karnal disse...

são nesses hiatos que as vogais nascem surdas...é o êstase da palavra teu poema. Lindo, belo retorno...

eli disse...

Grata pela visita comentada que também me possibilitou conhecer o seu espaço - onde retornarei com todo o tempo do mundo, para fruição do escrito.

Bom fds

e.

*** Magnífica, Mina Anguelova, não é mesmo? (*_*)


.

Nirton Venancio disse...

é nesse hiato que costumam acontecer os encontros.

djavan disse...

o paraíso dentro de si a se espalhar pelo resto
gostei

http://inversoounem.blogspot.com/

Anônimo disse...

This will astonish you!
It`s in the interest of as all!

ZEITGEIST: ADDENDUM

Money as debt


Technological breakthrough


HydrogenCar

Magnetic energy

Electrolyzed water

Soladey eco

Bio washball

Solar Air Conditioning

AMAZING!!

OZONATED WATER: CURE ANYTHING!

http://www.stoptherobbery.com/

Cancer is a fungus

ultraviolet light

Projecto Alexandra Solnado

Conversations with God website

Conversations with God

Project Camelot

Monatomic Gold

Dangerous to your health!

EXITOTOXINS

Monosodium glutamate (MSG)
Aluninum
Aspartame
Mercury


IMPORTANT TO WATCH

Flouride in water
Flouride Alert

Osmosis
Housetron

« Katyuscia Carvalho » disse...

E um dia, se eu "crescer", quero ser assim: conseguir enxugar versos... achar a palavra essencial e só.

Só vibrar em breve espaço e tempo.

Postar um comentário